e-criativo

Sobre


imagem

O "e-Criativo  - Plataforma de Documentação e Memória da Economia Criativa" é um projeto que tem por missão a construção de um repositório digital, inédito e de acesso global, da trajetória discursiva, científica e cultural da Economia Criativa no estado de Mato Grosso do Sul e no Brasil, considerando suas especificidades, potencialidades, desafios e oportunidades, sobretudo, decorrentes da imensidão de sua riqueza natural e cultural, à exemplo da planície Pantaneira e da Serra da Bodoquena; dos festejos e demais recursos naturais e patrimoniais.

O aspecto de inovação do e-Criativo está em prover um espaço centralizado de acesso à informação, especificamente uma Base de Conhecimento, que disponibiliza diferentes conteúdos para acesso de pesquisadores, acadêmicos, empreendedores culturais e criativos, professores, artistas e sociedade em geral.

O e-Criativo disponibiliza, ainda, artefatos teóricos, experimentados e validados pela academia e demais organismos de pesquisa, de modo que possam, inclusive, servir de base para a formulação de políticas públicas adequadas para a Economia Criativa do estado, subsidiando inclusive, gestores públicos e privados.

 

A Economia Criativa compreende os seguintes setores: 

  • Artes Cênicas: criação artística; produção e direção de espetáculos teatrais e de dança;

  • Artes: serviços culturais; ensino superior de artes; gastronomia; museologia e produção cultural;

  • Música: gravação, edição e mixagem de som; criação e interpretação musical;

  • Filme & Vídeo: Produção, edição, fotografia, distribuição e exibição;

  • TV & Rádio: Produção e desenvolvimento de conteúdo; programação e transmissão;

  • Mercado Editorial: Edição de livros; jornais, revistas e conteúdo digital;

  • Software, Computação e Telecom: Desenvolvimento de plataformas web; sistemas; consultoria em TI e robótica;

  • Pesquisa & Desenvolvimento: Desenvolvimento experimental de pesquisas correlatas à EC;

  • Arquitetura & Engenharia: Design e projeto de edificações, paisagens e ambientes; planejamento e conservação;

  • Design: Design gráfico, multimídia e de móveis;

  • Moda: Desenho de roupas, calçados e acessórios; modelistas;

  • Expressões Culturais: artesanato; museus; bibliotecas; folclore;

  • Publicidade: atividades de publicidade, marketing, pesquisa de mercado e organização de eventos;

  • Serviços Criativos: Marcas e patentes; livrarias e editoriais; direitos autorais;

  • Arranjos Produtivos Locais.

 

O projeto tem o apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania (SECC) por meio da Coordenadoria de Economia Criativa.