e-criativo

Economia Criativa
Plataforma de Documentação e Memória

Culture, Creativy and Cities
Livro - 2015

Trabalho organizado pelos professores Xavier Greffe e Emiko Kakiuchi . Contribuições teóricas e empíricas de Walter Santagata, Klaus R. Kunzmann e Ana Carla Fonseca sobre cultura, economia criativa e cidades.

Novas Direções na formulação de Políticas para a Economia Criativa
Outros - 2014

NOVAS DIREÇÕES NA FORMULAÇÃO DE POLÍTICAS PARA A ECONOMIA CRIATIVA

British Council Unidade de Economia Criativa
Série Investigando Políticas

Diálogos de economia criativa entre Brasil e Reino Unido

Ponto de cultura : o Brasil de baixo para cima
Livro - 2010

Ponto de cultura : o Brasil de baixo para cima / Célio Turino. - 2.ed. - São Paulo : Anita Garibaldi, 2010.

Autor: Celio Turino

THE 2009 UNESCO FRAMEWORK FOR CULTURAL STATISTICS (FCS)
Relatório - 2009

O Marco da UNESCO para Estatísticas Culturais (FCS) de 2009 é um esforço colaborativo entre o Instituto de Estatística da UNESCO (UIS) e o Setor de Cultura da UNESCO. Baseado em Quadro de Estatísticas Culturais de 1986, esta versão revisada do programa cultural da metodologia estatística leva em conta novos conceitos que surgiram desde 1986 no campo da cultura, incluindo aqueles relacionados às novas tecnologias - que têm influenciado a cultura e as formas como é acessada - patrimônio intangível, e práticas e políticas culturais em evolução.

Publicação de UNESCO Institute for Statistics (UIS)

II ENCONTRO INTERNACIONAL DE ECONOMIA CRIATIVA - RELATO DE EXPERIÊNCIAS
Outros - 2015

RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DO II ENCONTRO INTERNACIONAL DA ECONOMIA CRIATIVA

A Economia Criativa: teoria e prática na elaboração de políticas culturais (The creative economy: theory and practice in the making of cultural policy), conferência de abertura proferida pelo Prof. David Throsby.

Encontro realizado pelo Observatório da Economia Criativa da Bahia (OBEC), no mês de novembro de 2015 em Salvador.

Políticas culturais : informações, territórios e economia criativa
Livro - 2013

Organização: Lia Calabre

Políticas Culturais para o desenvolvimento: uma base de dados para a cultura
Livro - 2003

 

Políticas culturais para o desenvolvimento: uma base de dados para a cultura. Brasília : UNESCO Brasil, 2003.

UNESCO 2003 - Edição publicada pelo Escritório da UNESCO no Brasil

Economia Colaborativa: A emergência de uma sociedade pós-capitalista
Outros - 2015

ECONOMIA COLABORATIVA

A emergência de uma sociedade pós-capitalista

ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS

Centro de Estudos de Sustentabilidade

Numero 96

Cultura viva : as práticas de pontos e pontões
Livro - 2014

Cultura viva : as práticas de pontos e pontões / organizador: Frederico Augusto Barbosa da Silva.-- 2. ed., rev. e ampl. – Brasília:
Ipea, 2014.

REPERTÓRIO DE FONTES SOBRE ECONOMIA CRIATIVA
Projeto - 2007

Este trabalho é parte integrante projeto de pesquisa Economia Criativa – em busca de paradigmas:
(re)construções a partir da teoria e da prática financiado pela FAPESB – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia e executado entre 2006 e 2007 no CULT - Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (UFBA).

O Programa Cultura Viva e a economia criativa: análise do Moinho Cultural Sul-Americano
Artigo - 2012

Programa Cultura Viva tornou-se, nos últimos anos, uma importante política cultural de desenvolvimento local. A implementação da ação do Ponto de Cultura no estado de Mato Grosso do Sul representou um avanço significativo no fomento às iniciativas voltadas à economia da cultura e solidariedade. Várias organizações, hoje certificadas pelo Programa Pontos de Cultura, desenvolvem ações para inclusão produtiva e formação profissional, transferindo tecnologia social e de gestão aos participantes dos projetos, garantindo mecanismos que asseguram a autonomia de produção e do desenvolvimento através da participação e autogestão coletiva. Deste modo, este trabalho busca estabelecer uma análise da política pública do Programa Cultura Viva, tendo como objeto o Ponto de Cultura Moinho Cultural Sul-Americano, desenvolvido pela organização não governamental Instituto Homem Pantaneiro no município de Corumbá – Mato Grosso do Sul. Por último, uma breve análise sobre a importância da iniciativa popular e suas tecnologias utilizadas para tornar a autogestão uma alternativa real para superar o sistema capitalista através da adequação sociotécnica dos seus participantes.

Autor: Adriano Pereira de Castro Pacheco

Revista: Bahia anál. dados, Salvador, v. 22, n. 4, p.653-664, out./dez. 2012

TRABALHO CRIATIVO EM FOCO: Mercado de trabalho da Economia Criativa e da Economia da Cultura
Outros - 2016

Boletim do Observatório de Economia Criativa da UFRGS que apresenta proposta de acompanhamento periódico da evolução conjuntural do mercado de trabalho da Economia da Cultura e da Economia Criativa e também compara-os com a evolução do Mercado de Trabalho Geral. Os boletins sistematizam informações, dados e indicadores, bem como análises conjunturais para subsidiar órgãos e instituições públicas e privadas para ações relacionadas à Economia da Cultura e Economia Criativa.

A Economia Criativa em época de crise: o desenvolvimento endógeno brasileiro na obra de Celso Furtado
Artigo - 2018

Na quase totalidade de sua obra o notável economista e ex-ministro da Cultura, Celso Furtado, exaltou a criatividade da nação brasileira como ativo estratégico para o surgimento de um novo modelo de desenvolvimento econômico, sustentável, inclusivo e endógeno. A trajetória analítica deste trabalho recorreu à revisão bibliográfica para destacar as contribuições teóricas de Celso Furtado acerca das potencialidades advindas de uma nova economia, intensiva em criatividade. Por sua vez, os recortes do pensamento furtadiano constituem um instrumento poderoso e atual para (re)pensar as estratégias de superação do subdesenvolvimento do país.

Autores: Adriano Pereira de Castro Pacheco e Elcio Gustavo Benini

Revista de Economia Política, vol. 38, nº 2 (151), pp. 324-337, abril-junho/2018

Desejável Mundo Novo: vida sustentável, diversa e criativa em 2042
Livro - 2012

Desejável Mundo Novo: vida sustentável, diversa e criativa em 2042

Autora: Lala Deheinzelin

1ª edição

São Paulo - SP (2012)

Edição: Claudia Deheinzelin

MAPEAMENTO DA INDÚSTRIA CRIATIVA NO BRASIL - 2016
Relatório - 2016

MAPEAMENTO DA INDÚSTRIA CRIATIVA NO BRASIL - 2016

PUBLICAÇÕES SISTEMA FIRJAN - PESQUISAS E ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS

SISTEMA FIRJAN

Relatório de Inteligência - Turismo Cinematográfico
Relatório - 2016

Digulgação de opuntunidades para pequenas negócios, compreendendo o audiovisual e suas conexões com o Turismo.

SEBRAE

THE BRAZILIAN CREATIVE ECONOMY
Relatório - 2018

Este relatório tem três funções principais. É comissionado pelo British Council em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) como parte do Programa de Desenvolvimento e Engajamento Profissional Newton no Brasil. O foco no Brasil é apoiar os empreendedores criativos e desenvolver os mecanismos que estimulem uma Economia Criativa mais diversificada, inclusiva e confiante. É um dos seis programas de Newton entregues pelo British Council. Este programa é moldado pelas demandas e prioridades de desenvolvimento das partes interessadas do país, com o objetivo de apoiar o ambiente de pesquisa e possibilitar um ótimo impacto da pesquisa. O programa tem o benefício adicional de criar relacionamentos entre provedores de habilidades com conhecimento e compreensão dos ecossistemas de pesquisa e inovação do Reino Unido e das partes interessadas dos países parceiros.

BASE CONCEITUAL DO ARTESANATO BRASILEIRO
Outros - 2012

BASE CONCEITUAL DO ARTESANATO BRASILEIRO

Programa Artesanato Brasileiro

Termo de Referência de Economia Criativa
Outros - 2012

A publicação busca estabelecer os eixos estratégicos de atuação para o atendimento
do Sistema Sebrae na economia criativa, contribuindo para a
sustentabilidade e o fortalecimento dos empreendimentos criativos

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae
Licenciada sob Creative Commons

Indicadores Unesco de cultura para o desenvolvimento
Outros - 2014

Manual Metodológico - INDICADORES UNESCO DE CULTURA PARA EL DESARROLLO

Publicado en 2014 por la Organización de las Naciones Unidas para la Educación, la Ciencia y la Cultura, 7, place de Fontenoy, 75352 París 07 SP, Francia