e-criativo

Economia Criativa
Plataforma de Documentação e Memória

A CONVENIÊNCIA DA CULTURA: USOS DA CULTURA NA ERA GLOBAL
Resumo - 2006

A CONVENIÊNCIA DA CULTURA: USOS DA CULTURA NA ERA GLOBAL

TODAS AS LETRAS I, volume 8, n.1, 2006

Resenha: Vanderlei J. Zacchi

Trabalho Artístico e Técnico na Indústria Cultural
Livro - 2016

Trabalho artístico e técnico na indústria cultural [recurso eletrônico] / organização Liliana R.P. Segnini,
Maria Noel Bulloni; tradução Marisa Shirasuna; textos Maria Aparecida Alves et. al. – São Paulo :
Itaú Cultural, 2016.

Repensar as Políticas Culturais: Criatividade para o Desenvolvimento
Relatório - 2018


O novo Relatório Global da UNESCO, intitulado “Re | pensar as políticas culturais”, é uma ferramenta inestimável para a implementação da Convenção sobre a Proteção e Promoção da Diversidade das
Expressões Culturais de 2005. Essa Convenção, atualmente ratificada por 146 Partes, incluindo a União Europeia, orienta os esforços da UNESCO para consolidar as capacidades de criação, produção e disseminação de atividades, bens e serviços culturais. A Organização proporciona aos Estados o apoio necessário para que exerçam o seu direito soberano de implementar políticas públicas para o desenvolvimento de
setores de indústrias culturais e criativas que sejam fortes e dinâmicos. Com isso, a UNESCO está comprometida com o desenvolvimento de políticas públicas mais efetivas e sustentáveis nessas áreas.

ECONOMIA CRIATIVA: Implicações e desafios para a política externa brasileira
Livro - 2014

Economia criativa : implicações e desafios para a política externa
brasileira / Mariana Gonçalves Madeira. – Brasília : FUNAG, 2014.

Creative Economy Report 2013
Relatório - 2013

A edição especial do Relatório enfoca a economia criativa em nível local nos países em desenvolvimento. É co-publicado pela UNESCO e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) através do Escritório das Nações Unidas para a Cooperação Sul-Sul. O Relatório é organizado em dois volumes: um relatório de política e um documentário na web que traz à vida casos e tendências, e oportunidades e desafios da economia criativa no território.

Relatório de Inteligência - Turismo Cinematográfico
Relatório - 2016

Digulgação de opuntunidades para pequenas negócios, compreendendo o audiovisual e suas conexões com o Turismo.

SEBRAE

Redesenho do Programa Cultura Viva
Relatório - 2012

RELATÓRIO REDESENHO DO PROGRAMA CULTURA VIVA

GRUPO DE TRABALHO CULTURA VIVA

DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA CRIATIVA BRASILEIRA A PARTIR DOS PONTOS DE CULTURA
Artigo - 2015

O presente artigo propõe a análise do Programa Cultura Viva, a partir do eixo estruturante dos Pontos de Cultura, como estratégia governamental de gestão compartilhada capaz de dinamizar o surgimento de clusters ou territórios da Economia Criativa. Para isso, recorreu-se a revisão literária da Economia e Indústria Criativas e análise dos dados de implementação da política pública desenvolvida pelo Ministério da Cultura e articulada por organizações não-governamentais. Os resultados revelam que os Pontos de Cultura desenvolvem atividades em pelo menos um dos grupos da Indústria Criativa brasileira, segundo modelo proposto pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento - UNCTAD, o que permite vislumbrar oportunidades reais de fortalecimento da Indústria Criativa nacional a partir da estrutura funcional apresentada pelo Programa.

Autores: Adriano Pereira de Castro Pacheco e Elcio Gustavo Benini

Revista: Políticas Culturais em Revista, 1(8), p. 121-135, 2015

As indústrias culturais e criativas, as políticas públicas e o crescimento económico.
Artigo - 2012

As indústrias culturais e criativas, as políticas públicas e o crescimento económico.

Autor: Carlos Martins

CADERNOS CURSO DE DOUTORAMENTO EM GEOGRAFIA FLUP - 2012

Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil - 2012
Relatório - 2012

Indústria Criativa

Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil - 2012

Sistema Firjan

Economia Colaborativa: A emergência de uma sociedade pós-capitalista
Outros - 2015

ECONOMIA COLABORATIVA

A emergência de uma sociedade pós-capitalista

ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS

Centro de Estudos de Sustentabilidade

Numero 96

LA ECONOMÍA CREATIVA EN BRASIL: El desarrollo del turismo local en el pantanal sur de Mato Grosso
Artigo - 2017

O presente artigo aborda a Economia Criativa e sua estrutura organizacional capaz de prospectar relações de desenvolvimento mútuo com outros setores da economia, à exemplo do Turismo. Objetiva descrever e analisar a relação entre a Economia Criativa e o Turismo local buscando entender as características desse ambiente em relação ao ciclo criativo da produção e consumo.

Autores: Adriano Pereira de Castro Pacheco, Elcio Gustavo Benini e Milton Augusto Pasquotto Mariani

Revista: Estudios y Perspectivas en Turismo - Volumen 26 (2017) pp. 678 – 697

Arranjos produtivos locais e desenvolvimento
Livro - 2017

Arranjos produtivos locais e desenvolvimento/Organizadores: Carlos Wagner de A. Oliveira, José Augusto V. Costa, Gabriela Maretto Figueiredo, Alessandra Ribeiro de Moraes, Ricardo Batista Carneiro, Iedo Brito da Silva, Organizadores - Rio de Janeiro: Ipea, 2017.

A Economia Criativa: um guia introdutório
Outros - 2010

A ECONOMIA CRIATIVA: UM GUIA INTRODUTÓRIO
por John Newbigin

Série Economia Criativa e Cultural

Observatório Iberoamericano do Direito Autoral

Publicado pela British Council

Panorama da Economia Criativa no Brasil
Outros - 2013

Panorama da Economia Criativa no Brasil

Organização: João Maria de Oliveira
Bruno Cesar de Araujo
Leandro Valério Silva

 

Texto para discussão / Instituto de Pesquisa Econômica
Aplicada.- Brasília : Rio de Janeiro : Ipea , 1990-

O Discursos Global da Economia Criativa - Frameworks para o desenvolvimento econômico
Artigo - 2018

Este artigo analisa os principais discursos dos organismos internacionais dedicados ao desenvolvimento de plataformas de gestão e organização da Indústria e Economia Criativa (EC) bem como suas influências na agenda global de formulação de políticas públicas. O artigo traz à baila a temática de uma nova economia intensiva em criatividade e seus transbordamentos estratégicos com a inovação, com a sustentabilidade e com a diversidade cultural. Por meio da Análise de Discurso (AD) da escola francesa, buscou-se caracterizar as diferentes abordagens adotadas por esses organismos, especificamente a Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (UNCTAD) e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Identificadas as principais caraterísticas de cada relatório – dimensão setorial da indústria, os efeitos de sentido e as condições de produção do discurso da Economia Criativa em cada organismo –, procedeu-se à comparação dos documentos com o Plano Brasil Criativo, do Ministério da Cultura. Os resultados apontam para o desenvolvimento de um constructo multidimensional de instrumentos para a gestão estatal da EC – apoiados em ativos simbólicos específicos e singulares de cada país – conferindo à UNCTAD e à Unesco posição de vanguarda e influência na elaboração de políticas públicas para o setor criativo, inclusive no contexto Brasil. As discussões em torno das transações de ativos intangíveis e simbólicos contribuem, ainda, na geração de novos insights para a organização setorial da Economia Criativa nacional.

Publicado na Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional v. 14, n. 5 (2018)

Guia Prático para o Mapeamento das Indústrias Criativas
Outros - 2010

GUIA PRÁTICO PARA O MAPEAMENTO DAS INDÚSTRIAS CRIATIVAS

Série Economia Criativa e Cultural ⁄ 2

por: BOP Consulting

Publicada pelo British Council

BASE CONCEITUAL DO ARTESANATO BRASILEIRO
Outros - 2012

BASE CONCEITUAL DO ARTESANATO BRASILEIRO

Programa Artesanato Brasileiro

Plano da Secretaria da Economia Criativa
Outros - 2012

Plano da Secretaria da Economia Criativa: políticas, diretrizes e ações, 2011 – 2014
Brasília, Ministério da Cultura, 2012.

Por um Brasil Criativo: Significados, Desafios e Perspectivas da Economia Criativa Brasileira
Livro - 2016

Por um Brasil Criativo: significados, desafios e perspectivas da Economia Criativa brasileira reúne contribuições de pesquisadores de várias universidades e centros de pesquisa. Mas não se resume somente a uma coletânea acadêmica competente. O volume traz ainda a contribuição de atores de processos que envolvem a Economia Criativa no país. Com isso, o leitor é convidado a refletir sobre o saber que se constitui a partir do trabalho de vários teóricos e acerca de experiências já testadas ou em estágio de processo e crítica.

Organização: Claudia Leitão e Ana Flávia Machado